Como criar roteiro de vídeo para seu curso ou treinamento

por Samuel Elom em 07/May/2019 ⇠ Veja outros Posts

As instituições de ensino têm cada vez mais apostado no audiovisual. Seja nas estratégias de marketing digital ou mesmo produzindo videoaulas. Além de ser uma excelente forma de crescer e divulgar trabalhos, a criação de vídeos hoje é facilitada pela grande quantidade de tecnologias acessíveis e é possível alcançar bons resultados gastando pouco dinheiro.

 

Mas nenhuma ferramenta dispensa algo essencial de todo esse processo: para gravar vídeos é imprescindível criar um roteiro.

Neste post vamos apresentar algumas dicas para o momento de criar seus próprios roteiros, adequados a necessidade do seu negócio

O que é um roteiro?

Os roteiros são basicamente uma descrição detalhada do que vai acontecer no vídeo. Isso pode incluir as falas, telas gravadas, vinhetas, letterings e todos os fatos que estarão presentes na produção.

Mas por que o roteiro é importante para suas videoaulas?

Imagine começar uma produção sem ter ideia do que vai fazer? Quais os passos a se tomar? O que é necessário fazer primeiro? E na edição, o que é preciso acrescentar? A falta de um norte provavelmente fará com que a produção seja confusa e impactar no resultado final de seu vídeo.

Ao criar um roteiro, além de organizar as ideias, é possível evitar redundâncias, prever possíveis erros e deixar a produção do vídeo mais rápida e assertiva.

Objetivo do roteiro

Antes de colocar a mão na massa é preciso pensar qual será o objetivo do roteiro. Sem o planejamento, seu conteúdo fica sem direcionamento adequado. Por isso, defina qual tipo de vídeo você quer produzir e o que pretende alcançar com ele. Pondere em seu planejamento quais as possíveis dificuldades e vantagens na produção.

  • Onde será gravado? Qual cenário?

  • Qual o tom você pretende passar? Formal ou informal?

  • Você fará todo o processo ou vai contratar um profissional?

  • O vídeo pode ser postado inteiro ou terá que ser dividido em partes?

  • Em qual plataforma o vídeo será disponibilizado?

Perceba que algumas questões já tratam até onde seu vídeo será disponibilizado, afinal, uma produção para as redes sociais não necessariamente dependerá do mesmo aparato técnico ou vai usar a mesma dinâmica de comunicação que um vídeo aula dentro de sua plataforma de educação a distância, por exemplo.

 

Defina seu público

Toda comunicação é direcionada a alguém ou a um grupo de pessoas. É extremamente necessário conhecer o público para qual você está falando, ou melhor, o que seu público precisa. Somente sabendo quem é sua audiência será possível entregar o material certo que vai atender às suas necessidades e desejos.

 

Materiais e equipamentos disponíveis

Algo a ser levado em consideração são os equipamentos disponíveis para sua gravação. Afinal por que colocar em seu roteiro a gravação em um estúdio, se você não tem um estúdio disponível? É possível alugar?

Além disso, ter um panorama das ferramentas necessárias para a produção vão te ajudar no momento de criar um checklist de equipamento.

  • Câmera ou Celular

  • Microfones

  • Iluminação

  • Se houver gravação de tela, qual software será usado?


O objetivo é: Busque extrair a melhor qualidade com os recursos que você tem acesso.

Criando um roteiro na prática

Se a fase de desenvolver a parte teórica de seu roteiro já foi feita está na hora de passar suas ideias para o “papel”.

Não existe uma maneira certa e sim existem várias formas de se fazer um roteiro, o importante é  deixar tudo bem claro para quem estiver envolvido na execução do projeto. Tenha sempre em mente que o papel do roteiro é facilitar a produção do vídeo. Veja alguns itens importantes:

Cenário

Por mais simples que seja, descreva o cenário que pretende gravar. Alguns desafios e oportunidades podem surgir neste planejamento, por exemplo: saber se o espaço é iluminado o suficiente ou terá que investir em iluminação, se o cenário condiz com o tema abordado, se será necessária alguma produção extra, se o vídeo deverá ser gravado interna ou externamente e etc.

Tema do vídeo

Descreva todo o conteúdo que estará presente no vídeo, detalhando o máximo possível. Não é preciso que você decore o conteúdo, afinal isso iria de encontro a nossa dica de ter uma fala natural, mas essa descrição dará direcionamento e organização as suas ideias.

 

Edição

É importantíssimo ter noção de como se espera o resultado do vídeo. Deixe no roteiro o máximo de informação sobre como pretende editar o material. Claro, muitas mudanças podem acontecer, mas esse planejamento daŕa um norte no momento de edição, otimizando o tem e por que não até mesmo a qualidade do vídeo.

Se você está perdido e não sabe por onde começar, te indicamos o modelo mais popular de roteiro, que apesar de simples é muito eficiente e vai cobrir as suas necessidades:

Dividir a folha em 2 colunas


Na coluna da esquerda fica o espaço reservado para descrever o áudio do vídeo.

(música de fundo, falas e efeitos sonoros).

No momento de escrever as falas, lembre-se de ser natural. Isso terá um impacto muito grande para o espectador.


Já no lado direito, descreva o vídeo, background e efeitos.
Escreva um roteiro e escolha inserções de imagens buscando fugir da monotonia e prender a atenção de seu público. Mesmo em um vídeo didático é preciso e possível fazer isso.


Revise o texto antes de gravar

Muitas vezes escrevemos algo e na leitura está perfeito, mas quando falamos, a frase pode parecer estranha e sem conexão. Para isso é indicado que faça uma revisão falando o texto em voz alta, como seria na gravação do vídeo.

 

Crie materiais extras

Seu material não deve parar apenas no vídeo. Veja a possibilidade de adicionar a seu conteúdo um ou mais CTAs (Call To Actions) - chamada de ação para seu público. Você pode disponibilizar um ebook, um link a outro vídeo, o link do seu site, etc. Basicamente crie maneiras de levar o espectador a consumir outros conteúdos.

Dicas

  • Seja objetivo ao mesmo tempo detalhe bem todas as ações que terão em seu vídeo.

  • Crie mecanismos de atrair o espectador nos primeiros segundos do vídeo.

  • Menos é mais: Não deixe de colocar nenhum conteúdo que seja relevante, mas aposte na objetividade e clareza sem rodeios.

 

Terminou de fazer seu roteiro e quer saber quais são os próximos passos? Alguns conteúdos podem te ajudar:


Plataforma EAD

Imagine ter a própria plataforma para postar suas videoaulas e ainda abrir fóruns de discussão para alunos e professores, realizar provas, compartilhar arquivos e acompanhar a performance de seus alunos. Confira como uma Plataforma EAD pode te ajudar.

Gravadores de tela

Muitas vezes é necessário mostrar os processos na tela de um celular ou computador, para isso será preciso contar com alguns softwares. Fizemos um post com os melhores gravadores de tela para produzir seu curso.

Aulas dinâmicas

Na hora de produzir seus vídeos é importante levar em consideração a dinâmica da aula, para engajar mais seus alunos. Temos um conteúdo exatamente sobre como tornar suas aulas mais dinâmicas.

 
Bem, apresentamos nesse artigo os pontos principais para fazer seus roteiros acontecerem! Se você gostou desse conteúdo assine nossa newsletter e tenha acesso a nossos outros conteúdos.
Até a próxima!

Samuel Elom

Estudante de Jornalismo - Time de Marketing

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Ligue agora:

11 4380-6606 31 3047 5405

© NeritEduca

by nerit