Dicas para criar um certificado de curso

por Equipe NeritEduca em 20/Mar/2019 ⇠ Veja outros Posts

Nós do blog do NeritEduca adoramos dar dicas sobre gestão de cursos e treinamentos. Já abordamos assuntos como a captação de alunos, vendas, divulgação, passamos pelo planejamento do seus cursos e agora vamos falar da parte final: os certificados.

Um certificado é um documento de garantia, e pode ou não ter prazo definido. Ele é a materialização de que o estudante passou por todas as etapas de um curso. 

No post de hoje vamos te mostrar alguns pontos que merecem sua atenção na hora de criar esse tipo de declaração. Vamos lá?

1. Dados

Dados

Antes de mais nada, você deverá pensar nos dados que serão importantes na hora de criar um certificado de curso. Quais são as informações necessárias para dar credibilidade ao documento? Indicaremos algumas, mas elas podem sofrer variação mediante as especificidades das formações que você oferece. Veja:

  • Nome do aluno;

  • Nome da instituição;

  • Nome do curso;

  • Data de realização do curso;

  • Carga horária;

  • Cidade onde se situa a empresa ou quem assina o certificado;

  • Data de emissão do certificado;

  • Assinatura do responsável pela instituição/curso.

Outras inferências, como o CNPJ da empresa, a lei que regulamenta o curso, o professor, o site da instituição e etc, podem ser feitas se elas fizerem sentido para o concluinte ou para a empresa. Contudo, as que pontuamos acima são as que costumam aparecer na grande maioria dos certificados.

2. Template

Template

Depois que você determinou quais serão os dados utilizados para criar um certificado de curso, você tem que pensar no template. Geralmente, a primeira informação visual que aparece é a palavra “Certificado”. Ela costuma estar em destaque, de modo a mostrar de que tipo de documento se trata.

Alguns modelos apresentam um símbolo gráfico que representa a instituição onde ele foi emitido. Um brasão ou a logo da sua empresa são elementos interessantes que podem constar no layout, enriquecendo o visual e transmitindo mais credibilidade.

O template deverá estar de acordo com a comunicação visual da sua empresa. Utilize as mesmas cores para manter a identidade da instituição. Mas aqui vai uma dica muito importante: não pese a mão na arte. Muitos certificados se apresentam com um fundo muito carregado, tornando-o poluído e diminuindo a leitura das informações, que é o que há de mais valioso no documento. Então, tome cuidado!

Insira todos os dados que te apresentamos na seção anterior, pensando em padrões de organização visual (legibilidade, beleza e identidade), mas não se esqueça também de montar o layout tendo em vista critérios de leitura. As informações devem estar bem ordenadas, com lógica e fáceis de serem entendidas e lidas.

3. Emissão de Certificado

Chegou a  hora de emitir os seus certificados. Você tem algumas opções na hora de realizar sua tarefa. Mas já adiantamos, tem um jeito bem prático de executá-la, vamos ver como funciona?

Emissão manual

Existem diferentes maneiras de emitir certificados, e você pode executar duas delas manualmente. Depois de confeccionar o layout você pode editar o arquivo com o nome de cada um dos alunos.

No espaço destinado a identificação do concluinte, você colará ou digitará o nome de cada uma das pessoas que irá receber o documento. E nós não vamos mentir para você, de todas etapas para criar um certificado essa é a mais enfadonha.

Você também pode imprimir o modelo com os dados gerais e preencher os outros espaços a caneta. Outra atividade que vai te custar muito tempo e trabalho. Mas existe aquela máxima, não sei se você conhece, mas sempre há uma maneira mais fácil e efetiva de realizar algumas ações. E nós vamos te apresentar essa forma no próximo tópico!

Emissão facilitada

Emissão facilitada

Como dissemos, existe uma maneira mais fácil de executar essa tarefa e que vai contribuir muito na hora de criar um certificado de curso. Com ela você não vai precisar de alterar nome por nome, imprimir um por um. Vai ser tudo mais automático e eficiente!

Plataforma CRM para gestão de cursos

Você não quer perder tempo fazendo algo manualmente se pode automatizar todo o processo, não é mesmo? Então você precisa de uma plataforma CRM para gestão de cursos e treinamentos. Temos certeza de que ela irá te ajudar, e muito, na hora de criar um certificado de um curso.

Se você acompanha nosso blog, sabe que esse sistema permite o registro de turmas e inscrições de alunos, tornando tudo mais organizado porque as informações estarão lá, todas centralizadas. Essa funcionalidade permite que você aprimore suas ações de vendas, financeiras e de comunicação através de e-mail marketing e sms. E ainda vai contribuir muito para a emissão dos certificados dos seus clientes!

Você irá inserir um template na plataforma e, quando desejar emitir certificados, você irá na turma cadastrada e realizará a ação de forma bem rápida. Lembra quando dissemos que você não iria precisar imprimir um por um e nem ir copiando e colando os nomes dos alunos no modelo? Pois é, agora nós iremos te explicar como isso de fato é possível. Já adianto: você irá utilizar variáveis e seleções.

Variáveis

As variáveis são espécies de códigos que conseguem ser lidos pela plataforma. Mas não se espante, nada tem a ver com a linguagem HTML ou similar (essas coisas realmente assustam, nós te entendemos!). São comandos básicos que você irá colocar no seu template para que a plataforma substitua pelos dados de cada aluno e/ou curso. Acho que você vai entender melhor com esse exemplo:

Variáveis

Percebeu que o layout contém umas expressões que são precedidas e finalizadas com dois jogos da velha (##)? Essas são as variáveis. Elas são cadastradas no sistema e se no seu certificado, que deve estar na extensão .docx, estiver inserido elas em seu conteúdo, você poderá substituir, por exemplo, o ##nome_contratante## por João da Silva, um aluno do curso de animação.

Isso vai tornar a criação do certificado uma tarefa bem mais rápida, otimizando a sua rotina. É bem simples, é só não esquecer de montar o template inserindo essas expressões que estão listadas no próprio sistema!

Seleção

Você poderá emitir o certificado da classe toda ou selecionar os estudantes específicos para quem você deseja oferecer o documento. O sistema também te dá a opção de fazer o download de arquivo em PDF e em DOC, em arquivo único para impressão, ou por aluno, se você for enviar o certificado.

4. Assinatura digitalizada

Quando estipulamos os dados necessários para criar um certificado de curso, uns do que citamos foi a assinatura do responsável pela instituição, lembra? Quem for a pessoa incumbida dessa tarefa deverá assinar cada certificado a mão, certo?

Na verdade isso não é necessário! Converse com algum profissional do design e ele vai te dar duas soluções. Você pode assinar em uma mesa digitalizadora ou em uma papel que será digitalizado.

No primeiro caso você vai assinar sobre um equipamento que já faz o desenho automaticamente no computador. No segundo, você assina, escaneia e depois o designer irá fazer as alterações necessárias. Em ambas opções você vai inserir a rubrica do responsável no próprio template, evitando que ele tenha que lidar com uma papelada.

No post de hoje nós te demos dicas de como criar um certificado de curso. Você viu que uso de um sistema de gestão de cursos pode facilitar sua vida nessas e em muitas outras tarefas. Como o nosso lema é #vamosavançarjuntos, queremos te oferecer uma versão de teste gratuita do software NeritEduca, que possui essas essas e outras funções. Experimente e nos diga o que achou!

Esperamos que os nossos truques tenham te ajudado. Se você quiser receber nosso conteúdo em primeira mão é só assinar nossa newsletter. Assim você não vai perder nada do que nós postamos aqui. Até a próxima!

 

ebook

Equipe NeritEduca

Texto desenvolvido pela equipe de redatores no NeritEduca. 

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Ligue agora:

11 4380-6606 31 3047 5405

© NeritEduca

by nerit