Marketing educacional: 4 estratégias para fazer sua instituição crescer

por Laís Marçal - 26/07/17 ⇠ Veja outros Posts

Você procura por ações que te ajudem na difícil tarefa de fazer a sua instituição crescer? Sim? Então vamos te ajudar! Separamos 4 estratégias de marketing educacional que farão toda a diferença em sua empresa. Acompanhe com a gente!

Ações

Antes de pensar nas estratégias de marketing educacional, você precisa arquitetar ações pensando qual é o  seu objetivo para aquele momento. Dentro de um plano de comunicação existem várias metas específicas para cada faseque sua instituição irá viver ou para atender um caminho que seus clientes costumam seguir.

Pensando nisso, vamos apresentar algumas etapas que aumentarão as chances de seu trabalho dar resultados positivos, e através do entendimento dessas necessidades você poderá ajustar melhor suas estratégia. É comum que esses momentos se misturem, se sobreponham ou até se unam em prol de  um mesmo propósito, mas ainda assim, é bom que você tenha noção de cada um deles.

Conhecimento

Aqui acontece o primeiro contato com o seu público. Faça com que ele te conheça, apresente sua instituição como uma ótima opção para o investimento. Crie táticas para cada serviço que oferece: cursos, palestras, coaching ou treinamentos. Eles precisam estar com uma apresentação estruturada para conquistar aquele grupo.

Captação

Captação

Esse é um dos momentos mais importantes para o marketing educacional em sua instituição. Invista com vigor, pois essa etapa diz muito do sucesso da sua empresa, principalmente o financeiro. Crie campanhas que envolvam seu público, essa é a hora que eles decidirão se irão contratar seus serviços ou não.

Ações promocionais

Às vezes, a instituição precisa abordar clientes já existentes e ou que estão em fase de captação: seja para engajar, vender os serviços ou divulgar a marca. Esse é o momento para ações promocionais que irão incrementar o seu marketing educacional. Ofereça descontos, vantagens, etc a fim de despertar o interesse do seu público.

Práticas de relacionamento

Já captei todos os alunos que gostaria, agora o trabalho acabou, certo? De jeito nenhum! É preciso investir em relacionamento com cliente. Essa prática interfere no êxito de outras ações, por isso trabalhe bem esse ponto!

Fidelização

Faça com que seus clientes continuem contratando seus serviços. Aqui é o momento de conquistar seu aluno. Isso fará com que ele faça mais cursos em sua empresa e ainda indique outras pessoas para ingressarem, assim como ele. As táticas devem ser bem estruturadas para alcançar esse objetivo, ele é mais profundo, pois tem a ver com a afetividade entre instituição e consumidor.

Fixação de marca

Monte estratégias de marketing educacional que atinjam a grande meta de fazer sua empresa ser reconhecida. Trabalhe para ser referência de mercado: se bem feita, essa etapa pode fazer com que o esforço para realizar as anteriores não seja tão grande.

Estratégias

Depois de entender melhor os momentos que irão nortear seu trabalho, é a hora de compreender as estratégias que podem colaborar para a concretização de seus objetivos. Cada uma delas podem ser utilizadas nas etapas anteriores: conhecimento, captação, promoção, relacionamento e fixação de marca.

Algumas podem funcionar melhor para uma do que para outra. Mas observando os princípios que elencaremos a seguir, você conseguirá tomar a decisão mais acertada.

1. E-mail Marketing

E-mail Marketing

O IBOPE divulgou uma pesquisa em 2014 mostrando que mais de 87 milhões de brasileiros possuem internet em seus domicílios. Esse número corresponde a 40% da população de nosso país. Se considerarmos acessos de outros lugares como lan houses, trabalho ou escola, esse valor sobe para 120 milhões.

Esses dados fazem do e-mail marketing uma ótima estratégia para incrementar seu marketing educacional. Atinja seu público de forma barata e eficiente. Você pode usá-lo para ações de relacionamento, avisando seu aluno sobre o início do curso, por exemplo. Pode utilizar também para divulgar promoções. Bacana, não é mesmo?

As possibilidades são infinitas, mas independente de em que momento você for recorrer a essa forma de comunicação, umas coisas não podem ser esquecidas:

  • Lista limpa: não compre um banco de dados de e-mails. Essa não é uma boa prática, pois, além de ter endereços ultrapassados ou fantasmas, muitas daquelas pessoas não tem sequer interesse em estabelecer contato com sua empresa.

  • Formação: construa sua base através de informações cedidas pelo próprio cliente.

  • Assine com o seu nome: para tornar a sua comunicação mais pessoal não assine os e-mails com o nome da sua empresa.

  • Chame os destinatários pelo nome.

  • Não faça conteúdos longos.

  • Link para descadastro: coloque no fim de suas mensagens opções para quem deseja não estabelecer mais contato com você e sua instituição.

  • Mensure seus resultados: essa uma das grandes vantagens de usar o e-mail marketing.

Para aprimorar sua estratégia, utilizar um software de gestão para cursos e treinamentos é uma prática super recomendada. Ele efetiva envios, com a opção de automatização, e permite que você monitore melhor suas ações, através da funcionalidade relatórios e gráficos.

2. SMS

SMS

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelou uma informação muito valiosa: 75% da população brasileira, a partir de dez anos de idade, possui telefone celular.

Agora que você sabe disso, já entendeu porque iremos indicar o uso do SMS em sua estratégia de marketing educacional, certo? Os mesmos princípios que regem o e-mail marketing também valem para essa mídia. Vamos revisar?

  • Lista limpa;

  • Assinar com seu nome;

  • Conteúdos curtos;

  • Chamar o destinatário pelo nome;

  • Deixar que o seu público forneça seu contato;

  • Mensurar.

Trabalhe muito bem a linguagem e utilize CTA’s (Call to action, chamada para ação em português), eles levarão seu público para outros conteúdos, fazendo que eles fiquem mais tempo em contato com sua empresa.

Você poderá executar diversas ações através do SMS, e nessa missão você também pode contar com a ajuda de um software de gestão. Ele permite que você poupe tempo, otimizando seu trabalho!

3. Site

Site

O site é um canal incrível para integrar todas as suas informações e colocá-las às disposição dos seus clientes. Com a ajuda dele, você pode construir a lista de contatos limpas, que são indispensáveis para as estratégias de e-mail marketing e SMS, além da possibilidade de entregar ao público um conteúdo com tudo que ele precisa saber sobre sua instituição.

4. Redes Sociais

 Redes Sociais

O Brasil é campeão no tempo de horas gastas nas mídias sociais. Segundo a pesquisa “Futuro Digital em Foco Brasil 2015”, do Instituto ComScore, os brasileiros contabilizam 650 horas por mês navegando em sites como Facebook e Twitter.

Com tanta gente conectada, por tanto tempo, já está mais que na hora de investir nas redes sociais, elas precisam fazer parte de sua estratégia de marketing educacional. O Facebook e o Twitter também podem te ajudar a manter o relacionamento com o seu público. Já o LinkedIn vai ser importante para as ações de consolidação de marca: produza conteúdos relevantes e adquira autoridade em seu mercado.

Essa foram as estratégias de marketing educacional que levantamos para, junto com os seu esforço, fazer a sua instituição crescer. Gostou do nosso post? Assine nossa newsletter e acompanhe nossas atualizações. Até a próxima!

Laís Marçal

Deixe seu Comentário

Você também pode se interessar

Ligue agora:

11 4380-6606 31 3047 5405

© NeritEduca

by nerit